segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Sermão: A eterna vocação missionária da Igreja (At. 8.1b, 4-8)

Sermão pregado à Igreja Presbiteriana de Franca/SP, no 2.º Domingo do Tempo Comum, 17 de janeiro de 2011.

4 comentários:

André Tadeu de Oliveira disse...

Olá Eduardo, como tem passado ? Quem vos escreve é seu amigo na luta por uma liturgia verdadeiramente reformada, o André, da IPI.

Parabéns pelo blog. Inclusive, o mesmo está citado como um endereço relevante em meu singelo blog. Não sei se você já me visitou. Abaixo, estou passando o link.

Fico feliz por esta sua caminhada rumo ao ministério. Também tomei o mesmo caminho. Acabei de concluir a graduação em teologia pelo Mackenzie e fui aceito, de forma oficial, pelo Presbitério São Paulo, da IPI do Brasil, como seminarista estagiário.

Já estou atuando na congregação do Jardim Santa Fé e na IPI do Parque Ipê, ambas em SP. Neste domingo, inclusive, preguei meu primeiro sermão e digiri minha primeira liturgia, feita, por sinal, por mim. Irei publicá-la em meu blog.

Ah, parabéns pelo sermão !

Forte Abraço, meu amigo

Deus te Abençoe

André

http://wwwcristianismolibertas.blogspot.com/

André Tadeu de Oliveira disse...

Mudando um pouco de assunto, já que este não é o tópico pertinente.

Qual sua sincera opinião a respeito do Hinário " Cantai Todos os Povos", da IPI do Brasil ?

Eduardo Chagas disse...

Caríssimo André, há quanto tempo!

Muito me alegro por você também ter sido mordido pela proverbial mosquinha azul da vocação! A IPI, e o presbiterianismo brasileiro como um todo, só têm a ganhar com a sua presença nas nossas fileiras ministeriais, e enriquecendo a nossa produção teológica!

Quando eu voltar a São Paulo, faço questão de ouvi-lo pregar!


Quanto ao CTP, eu mal tive oportunidade de folhear um exemplar sem música que minha avó ganhou na época do Centenário... O que me revolta é a inépcia da Pendão Real, que deixa a edição com música esgotada por anos a fio. Idem sobre o Manual do Culto da IPIB, que faz quase 7 anos que se esgotou e nem sinal...

Enfim... estamos mal com nossas editoras denominacionais... hehehe

Abração!

André Tadeu de Oliveira disse...

Eduardo;

Primeiramente, obrigado pelas palavras de carinho. Amigo, tenho uma ótima notícia para você.

O Manual de Culto da IPI do Brasil será relançado, por ocasião da próxima Assembléia Geral, que se reunirá em fevereiro, na cidade mineira de Poços de Caldas.

Abraços